quarta-feira, 22 de julho de 2009

Poema

Dormirei
um sono insano
nos teus braços

Tu a vasculhar
todo o meu corpo
e eu a habitar
os teus espaços

1 comentário:

Leone disse...

Pequenos filmes de poesia que se transformam estas palavras na minha cabeça. É sempre.

Abraço